f

g+

DESIGN

A LOGO OU O LOGO?

EIS A QUESTÃO

Outro dia, estava eu na labuta e em uma longa discussão com o atendimento sobre o briefing, o conceito e todas aquelas coisas que o pessoal gosta de falar e falar e falar, mas nunca se chega a lugar algum, levei uma bela porrada na orelha. Lá no fundo, alguém soltou: “Mas o cliente pediu pra entrar ... AS DUAS LOGOS!!!!!!!” (Notem o uso das reticências, da caixa alta e do excesso de exclamações). Um pouco antes de começar a me debater na cadeira, respirei profundamente e comecei a pensar: por que tantas pessoas gostam de falar “a logo”?

ALEX MOREIRA  - 10 / 05 / 2014

 

Em uma breve pesquisa, descobri que o buraco é muito mais embaixo, pois o termo vem da abreviação de  “a logomarca”. É uma discussão antiga: afinal de contas, qual o correto? Logo, logotipo ou logomarca?

O termo logomarca é formado pela união de LOGO (grego = lógos = palavra, conceito) e MARCA (germânico = marka = palavra). Sendo assim, logomarca é um termo redundante. Já a palavra “logotipo” é formada pela união dos termos LOGO e TIPO. “Logo”, como já foi dito, significa o conceito, a ideia ou o significado de uma palavra, enquanto “tipo”, do grego týpos (em inglês, traduzimos para type), em português quer dizer tipo, gênero, figura, sinal, símbolo, modelo. O termo logotipo é aceito como correto, pois é o símbolo visível de um conceito.

LOGOTIPO OU LOGOMARCA?

Logomarca é uma invenção brazuca muito utilizada, por marqueteiros, aquelas pessoas que gostam de utilizar expressões em inglês.

Este termo tem se difundido entre os profissionais de comunicação. Muita gente diz que isto está errado, outros que está correto, alguns defendem o neologismo.

Logomarca está no dicionário. Por mais que a etimologia da palavra não faça sentido a não ser por nós brasileiros, a linguagem é parte da convenção e é definida pelo uso e vai se adaptando conforme o tempo.

LOGOMARCA É UMA INVENÇÃO BRAZUCA

MUITO UTILIZADA POR MARQUETEIROS

Mas tudo isto é uma discussão besta? É.

Vai mudar algo? Não.  A questão do uso correto ou incorreto da língua é ainda mais chato que a do uso da palavra logomarca.

E ainda pior são aqueles que tentam ensinar o uso correto da língua portuguesa com um ar professoral. Portanto, da próxima vez que você escutar a palavra maldita, sorria e fale “logomarca” com a pessoa.

E “seje” feliz!

É nóis ... Ou melhor... Somos a gente!

Fontes : Mathiole ABC da ADG  Design Blog

  • COMENTÁRIOS

    CLIQUE PARA AMPLIAR

    comments powered by Disqus