f

g+

SHORT FILM

THE BLACK HOLE: O LIMITE PARA O PODER.

Antes de mais nada, assistam ao vídeo acima. Eu espero um pouco, são só 2 minutinhos e 35 segundos. Se já assistiram, vamos lá:

POR ALEX MOREIRA - 22 / 02 / 2014

Antes de mais nada, assistam ao vídeo acima. Eu espero um pouco, são só 2 minutinhos e 35 segundos. Se já assistiram, vamos lá:

The Black Hole é um curta (bem curtinho mesmo, pra ser redundante) dirigido por Phil & Olly AKA Diamond Dogs  e produzido por HSI London, sobre um executivo chateado que está fazendo um trabalho chato, num lugar chato e já avançado nas horas extras bem chatas. Mas tudo muda quando ele imprime um “buraco negro” (eu acho que o mais correto seria Wormhole, mas isto é questão de semântica e física).

 

Vocês podem pensar: “Ah, mas tudo isto só acontece no cinema! Na vida real, as coisas são bem diferentes”. Sim, concordo plenamente, as coisas não são tão niilistas.

Até hoje, não vi ninguém capaz de se teleportar ou atravessar paredes. Mas vi outros tipos de poder, ou melhor, nossos três Poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) corrompidos pelo que podem fazer ou manipular (vide o mensalão - não vou ficar falando de política aqui; pelo menos por enquanto, não é o caso). E tanto na ficção, como mostrado no curta, quanto na vida real, podemos ver que o crime não compensa.

"ESTE SHORT FILM DEMOSTRA QUE TODOS

NÓS SOMOS APROVEITADORES DE OCASIÃO"

 

 

Questione-se sobre o que você pode fazer diariamente. Se cada um fazer um pouco, este pouco vira um poucão e um monte de poucão se transforma em muito e é esta bola de neve que me faz sentir esperança na raça humana.

A minha contribuição para um mundo melhor é ser uma boa pessoa. Pelo menos na maioria das vezes, eu tento seguir as palavras que li certa vez de uma pessoa comum, que, no seu momento final, olhou para o seu sobrinho ajoelhado ao seu lado e disse:  “Com grande poderes, vem grandes responsabilidades”. E tenho dito.

" QUANTO MAIS PODER, MAIOR A

CHANCE DE FAZERMOS ALGO ERRADO."

  • COMENTÁRIOS

    CLIQUE PARA AMPLIAR

    comments powered by Disqus